Recife (PE), Brasil

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Diário e Fotos: Gramado

Na segunda-feira após a Maratona de Porto Alegre, alugamos um carro e fomos para Gramado, comemorar os 20 anos de casamento (e 22 anos de namoro).
Na hora de contratar o carro, um susto: descobri que minha habilitação estava vencida desde março. Ainda bem que Marinês estava com sua habilitação, o que evitou a frustração de nossos planos.
Por falar nisso, aí vai um aviso: não acreditem em um e-mail que anda circulando pela internet, dando conta de nova lei mais rigorosa sobre carteiras de habilitação vencidas, com pesadas multas e procedimentos complexos de renovação devido ao mero atraso. Você terá de pagar multa sim, mas apenas se for flagrado pela fiscalização com a carteira vencida há mais de 30 dias, pois até 30 dias não incide qualquer multa. Se não for flagrado, paga apenas a taxa normal de renovação (R$ 91,67) e segue os procedimentos habituais (exame médico e prova no Posto Detran ou curso na auto-escola).
Ficamos hospedados na Pousada Metodista, uma pequena pousada, com apenas três quartos, nos fundos da Igreja Metodista, que fica na rua principal da cidade. As acomodações são modestas, mas aconchegantes, a localização é fantástica e a diária é a menor da região.
Depois de nos instalarmos, fomos visitar o Hotel Vista do Vale, que fica na Via das Hortênsias, que liga Gramado a Canela. O motivo da visita é porque fizemos reservas para o fim-do-ano neste hotel, e queríamos conhecê-lo melhor quanto às instalações físicas e localização.
Bem, o hotel é muito bom, mas a localização é o ponto fraco: fica a cerca de 1km da rua principal de Gramado, o que nos obriga a caminhar pela estrada sempre que sairmos, ou então alugar um carro.
Ao lado do hotel, fica o restaurante "La Vue de La Vallée", onde retornamos à noite para saborear um delicioso rodízio de fondue. O restaurante tem serviço gratuito de transporte ida-e-volta dos clientes.
No dia seguinte, fomos visitar Canela e nos deparamos com a romaria da N. Sra. de Caravaggio, que é a padroeira da cidade. Visitamos algumas lojas e fábricas de chocolate e depois retornamos para Porto Alegre, para o voo de volta a Recife, pois resolvemos deixar as outras atrações de Gramado e Canela para quando retornamos com as meninas no fim do ano.
O passeio fechou com chave-de-ouro aquele fim-de-semana tão especial.

2 comentários:

Anônimo disse...

Ola qual seu parecer sobre a Pousada Metodista estou indo pra Gramado em dezembro

Edilson Queiroz disse...

Caro Anônimo,
O que eu postei acima resume bem minhas impressões sobre a Pousada Metodista: as acomodações são modestas, mas o preço e a localização são ótimos. O café-da-manhã é bem simples. O ponto fraco foi a dormida, pois os quartos são pequenos e entra um pouco de ar (frio) pelas frestas da janela, o que torna a dormida um pouco desconfortável (pelo menos no quarto em que fiquei).
Mas no geral vale a pena.
Aproveite Gramado. Diversão por lá é o que não falta.

Postar um comentário