Recife (PE), Brasil

domingo, 10 de outubro de 2010

Diário de Viagem: Chicago - Dias 1 e 2

Chegamos no hotel em Chicago, onde Marinês vai correr a maratona, por volta da meia-noite, hora local (2 horas menos que no Brasil), depois de mais de 13h de viagem.
Chegamos morrendo de fome e fomos comer alguma coisa num american bar próximo ao hotel (South Loop). Comemos uma pizza de queijo tostada e cheia de pimenta e fomos dormir.

Em frente ao Hotel Congress Plaza


No dia seguinte, após um café da manhã horroroso e caro no hotel, demos uma volta pelas redondezas e fomos ao Centro de Exposições pegar o kit e passear pela feira.
Marinês no IO-IO-IO (?) rsrsrs.


Marinês ficou empolgada por ter conseguido tirar uma foto com Dean Karnazes, ultramaratonista famoso por ter feito 50 maratonas em 50 dias.

Marinês com Dean Karnazes
Depois, por volta das 3 da tarde, almoçamos e fomos andar pelo comércio de Chicago. A cidade é belíssima e muita organizada.

Já à noitinha retornamos para o hotel e encontramos Jacqueline (Inhaque, Inhaque). Só aí ficamos sabendo que Paulo Picanha havia sido atropelado em Orlando e estava hospitalizado, tendo de passar por várias cirurgias. Felizmente ele tinha gente da família por lá, que foi o que viabilizou o atendimento médico, graças a Deus. Estamos todos rezando pela sua recuperação.

À noite fomos jantar em um pub.

Hoje, tomamos café (chafé) no Donkin Donuts e fomos fazer o city tour (siteseeing da Chicago Troley).

Paramos no Museum Campus e passamos horas percorrendo o Field Museum....



o Shedd Aquarium...


E o Planetarium Adler.

Chicago vista dos fundos do Planetário


Descemos então próximo ao rio e fomos comprar o passeio de barco. Só tinha disponibilidade para o dia fim da tarde ou o dia seguinte.
Como Marinês estava muito cansada e não podia esperar, pois ainda tinha de ir ao jantar de massas, ela voltou para o hotel e eu segui o siteseing para ir até o Observatório John Hancock.. A vista do 95o. andar do prédio é espetacular. Fiquei lá tirando fotos até o pôr do sol.
Observatório John Hancock

Vista Leste

Vista Sul

Vista Norte
Vista Oeste


Depois voltei de taxi para o hotel, tomei um banho e fui ao show de Jewel, que rolou no Park Millenium, de grátis, dentro da programação do Festival de Country de Chicago. Aliás o guia do ônibus disse que eles tinham um monte de festivais durante o ano (do Jazz, do Blues, etc.). O show foi excelente, pois apesar de ser de graça, assistimos sentados à meia distância do palco, o que permitia ver tranquilamente o show, além do que o som era perfeito.


Depois fui jantar no Pizzano pizzaria com a outra Jaqueline, que me acompanhou até o show, pois Marinês foi dormir depois do jantar de massas, que rolou enquanto eu estava na torre Hancock.


Fui então ver o show da fonte luminosa próximo ao hotel, mas cheguei depois das dez, portanto tarde para ver a dança das águas. Ainda tive de servir de fotógrafo para um monte de mulheres, madrinhas de um casamento. Aliás, só hoje vi dezenas de noivas, noivos e madrinhas tirando fotos em diferentes pontos da cidade, o que parece ser uma rotina por aqui.


Agora vou dormir, que já está tarde, e tenho de acordar cedo para acompanhar a maratona. Infelizmente não correrei, pois´aqui só tem de 42km. Mas se vacilarem ainda vou dar um trotezinho no meio dos corredores, como fiz em Berlim.

Tchau, depois publico as fotos, pois está muito tarde e não consigo mais manter os olhos abertos (as fotos foram atualizadas em 13.2.2011).

Ah, e pra fechar com chave de ouro o dia, tive a notícia de que o Sport perdeu para o humilde Ipatinga em casa. ahahah.

Beijos e abraços é até mais, com informações da maratona e fotos.


Um comentário:

SabrinaQueiroz disse...

naaaao acredito que o senhor foi no show de jewel!
ow, que inveja (BOA) hehe.

to com saudades papito, quero ir logo! beeijo pro senhor e pra mamãe :*

Postar um comentário