Recife (PE), Brasil

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Diário: Curso de Mergulho e parada nas corridas

Bem, pessoal, há um bom tempo não atualizava meu blog. Assim, muitas coisas ocorreram durante minha "ausência".

A maior novidade é que comecei um curso de mergulho, junto com minha filha Luísa, e fiz meu primeiro mergulho em alto-mar.


Enjoei bastante na viagem de ida ao local de mergulho. Estava tão preocupado com o mergulho em si que esqueci de me prevenir contra possíveis enjoos na viagem. Infelizmente não tenho fotos ainda do mergulho em si.


Mesmo assim, apesar de meus temores, o mergulho foi maravilhoso. Na verdade, mergulhamos em dois naufrágios: o Servemar X e o Vapor de Baixo. O Recife é considerado o melhor local de mergulhos em naufrágios do Brasil.


Fotos retiradas do site da http://www.aquaticos.com.br/

Minha maior preocupação era com meu ouvido, pois lembro de quando criança ter tido uma perfuração no tímpano e, por isso, achava que não conseguiria mergulhar. Felizmente, consegui fazer a equalização normalmente. A volta foi bem mais tranquila. Mesmo assim, senti um pouco enjoado e com o ouvido dolorido durante alguns dias após o mergulho.


Também fiquei um pouco assustado porque apareceram algumas bolhinhas nas pontas dos meus dedos, que ficaram bastante sensíveis, e fiquei com medo que fosse algum efeito da descompressão na volta à superfície.

Como não estava me sentindo muito bem nem muito seguro, preferi adiar a segunda sessão de mergulhos, após a qual estarei apto a fazer a prova final do curso e receber o certificado.

Assim, no dia marcado para a segunda sessão de mergulhos, preferi participar da confraternização da Corpore Sano, na Cidade Tabajara. A confraternização começou, como não poderia ser diferente, com uma corrida pelas estradinhas de terra da Cidade Tabajara.


Apesar de receoso, resolvi participar do trajeto mais curto (7km). Embora o caminho fosse aprazível, o tempo estava muito abafado. No ponto de retorno havia uma descida mais íngreme e após descê-la e subi-la de volta parei bruscamente para beber água.


Neste instante, senti uma palpitação como eu não sentia desde que me operei do coração, há alguns anos atrás. O coração chegou a cerca de 250 batimentos e minha vista ficou totalmente ofuscada. Assim, a confraternização acabou para mim e fui bater na emergência da Unicordis. Felizmente, ao lá chegar, a palpitação já havia passado e o médico de plantão me liberou, recomendando que procurasse meu cardiologista. Fica aqui o registro do meu agradecimento ao Deco e toda equipe Corpore Sano por toda a assistência prestada até a minha chegada na emergência. Felizmente foi só um susto.

Por coincidência, tinha consulta marcada com minha cardiologista para a segunda-feira seguinte e a mesma diagnosticou que estou com pressão alta. Assim, passou remédios para controle de pressão e recomendou que eu não voltasse a praticar mergulho ou corrida enquanto a pressão não estiver devidamente controlada. A boa notícia é que não há qualquer sinal de retorno do mau que me afligia antes da cirurgia (Síndrome de WPW - Wolff Parkinson White, que é uma espécie de curto-circuito causado por uma terminação elétrica acessória e anormal, chamada de Feixe de Kent).


Comecei a tomar a medicação, mas minha pressão ainda não voltou ao normal. Continua em torno de 15 por 10. Assim, as corridas e os mergulhos estão suspensos por hora.

Hoje voltei a caminhar e percebi que a caminhada leve não é eficaz, pois para ter um bom efeito o esforço deve levar os batimentos cardíacos a 75% da Frequência Cardíaca Máxima, que por sua vez é calculada subtraindo a idade de 220. No meu caso, a FCM é de 175 bpm e o esforço adequado é em torno de 130 a 135 bmp.

Nas corridas, minha FC chega fácil a 180/190 bpm após alguns km e na caminhada leve fica em torno de 110 bpm. Descobri que a FC adequada é atingida quando caminho em ritmo acelerado, semelhante à marcha atlética, que mantém a FC em torno de 135 bpm. Assim, pretendo ficar algum tempo fazendo apenas este tipo de exercício, de preferência diariamente.

Por ora é só. Depois conto outras novidades e dou mais detalhes das últimas aventuras, principalmente do mergulho. 

3 comentários:

Regina Farias disse...

Eu também tô atualizando minhas visitas virtuais aqui rss
Sempre gosto de saber notícias dessa linda e querida família/saúde :)
E, apesar dos imprevistos, valeu aí pelas fotos incríveis.
Se cuida!
Abs...

Anízio Lopes disse...

Espero que você se recupere logo e parabéns pela consciência e respeito com seu corpo. Vejo que você controla de maneira bem eficaz a situação. É começar devagar até atingir o ponto ideal.
Abraços e boa recuperação

Fábia disse...

Menino, gostei muito das suas aventuras! Acho mergulho muito bonito, mas ainda prefiro meu Rapel.
Se cuide. Esporte, exercícios, são bons, mas cada pessoa tem suas limitações. Nada de exageros e cuide dessa pressão.
Beijo

Postar um comentário