Recife (PE), Brasil

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Diário: Minha primeira "verdadeira" corrida de 10 km

Ontem participei da Corrida do Fogo, como é conhecida a corrida promovida pelos Bombeiros de Pernambuco.

A corrida tem 10km e tem largada e chegada no Quartel dos Bombeiros na Av. João de Barros, passando por Santo Amaro (Mário Melo e Rua da Aurora) e Recife Antigo e retornando pelo mesmo percurso.

Embora já tenha feito várias provas de 10km, esta teve um sabor especial, pois até então sempre intercalava a corrida com pequenos trechos de caminhada nas provas da espécie. Com exceção da prova de Porto Alegre, na qual caminhei apenas alguns metros enquanto tomava Gatorade. Mas a organização da prova se confundiu e o percurso teve apenas 9km (na verdade um pouco menos: 8.840m).

Assim, considerava que ainda não tinha atingido o objetivo de correr ininterruptamente uma prova de 10km.

O dia amanheceu com o céu bem carregado, o que dava esperanças de uma corrida sem sol ou até com um pouco de chuva. Mas antes da corrida começar, o sol abriu e fez um calor bastante forte durante toda a prova, o que me fez temer não conseguir atingir a meta (de não caminhar durante o percurso).

Também me preocupava um pouco a dorzinha na articulação da coxa direita, que teima em não me deixar. Por isto, durante o percurso procurei manter o máximo de concentração e dosar o esforço, sempre recorrendo às orações para ter forças para conquistar o objetivo.

Felizmente no meio da prova já não sentia mais as pontadas na coxa, o que me deu mais tranquilidade.

Já nos últimos 2 ou 3 km, senti um pouco o cansaço, mas me mantive firme nas orações para resistir à vontade de caminhar e tomar mais fôlego. O tempo inteiro monitorei meus batimentos cardíacos, que felizmente se mantiveram razoavelmente estáveis, apesar de um pouco elevados. Sempre que os batimentos começavam a aumentar, diminuía um pouco o ritmo para reequilibrar.

O último quilômetro pareceu interminável, mas felizmente concluí a prova em 1h04:40 e agradeci muito a Deus por ter atingido meu objetivo. Na verdade, a corrida não teve exatamente 10km (teve 9,58km), mas isto é comum na maioria das provas, onde 1km dificilmente mede 1km. Das 5 provas de 10km de que participei este ano, apenas a Corrida das Pontes deu 10km (10,05km, para ser exato).

Agora posso dizer que sou um corredor, por isso hoje retirei a expressão "(quase) corredor" que mantinha em meu perfil no blog.

Meu próximo objetivo é concluir uma prova de 10km abaixo de uma hora. O mais perto que cheguei disto foi em Atenas, que fiz em 1h01:51, mas lá eu caminhei bastante. Agora corro mais devagar, até pelo incômodo que ainda sinto, mas mantenho o propósito de não mais caminhar.

Vou criar vergonha e procurar um bom ortopedista/reumatologista pra resolver de uma vez por todas os incômodos que tenho sentido na coxa e no braço esquerdo. Então, com a graça de Deus e os proveitosos treinamentos com a turma da Corpore Sano, o céu será o limite!

PS: infelizmente não levei a máquina, por isto ainda não tenho fotos. Assim que a Corpore Sano publicar as fotos da corrida, vou colocar algumas aqui para ilustrar a matéria.

6 comentários:

Anizio Lopes - Corredor Endorfinado disse...

Olá Edilson. A corrida do fogo foi legal e muito organizada. Parabéns pelo feito. Tem foto sua no bloq dos ENDORFINADOS.
Abraços
Anizio Lopes

Isolda Vilar disse...

Valeu, Edilson!!! Eu também adorei a corrida e ainda não tive "coragem" de apagar o meu tempo do cronômetro (rsrsrs). Uma dica é marcar o tempo a cada Km, para depois fazer um comparativo.
Um abraço,
Isolda

Fábia disse...

Parabéns corredor!
Determinação sempre. Estou torcendo por você e se cuide.
Cheiro

jacqueline disse...

Parabéns CORREDOR!!!!
Um abraço
Jacque

Mari disse...

Parabéns meu amor, fiquei super orgulhosa e feliz por mais este seu desafio, sei que daqui há uns dias estarás me acompanhando nas maratonas da vida........só não pode me ultrapassar.......brincadeirinha é claro, será um enorme prazer poder te ter ao meu lado numa maratona......enfim, corra, corra muito e sempre para mim.
Amo tu viu?
eu.

Edilson Queiroz disse...

Bilu, você não sabe a vontade que senti de pedir para que você me acompanhasse nos 10km, mas não quis tolher os seus passos. Fico feliz só em poder estar correndo logo atrás de você, admirando seu porte e seu ser, como diria Vicente Celestino.

Postar um comentário