Recife (PE), Brasil

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Protesto ecológico em Porto de Galinhas

Minha filha Luísa, direto de Calgary, Canadá, repassa a matéria abaixo. Ela participa do movimento Salve Maraca, mas como não pode participar deste evento, pede que todos que puderem apoiem o movimento e participem.

Protesto Ecológico marca o fim das férias em Porto de Galinhas

Do JC Online - Publicado em 26.01.2010, às 09h13 

Imagem mostra lixo depositado nas proximidades do Pontal de Maracaípe
Imagem mostra lixo depositado nas proximidades do Pontal de Maracaípe
Foto: Robert Fabisak/JC Imagem

Aproveitando o último final de semana de janeiro, no próximo sábado (30) será realizada uma passeata para denunciar descasos e crimes ambientais que vem sendo cometidos no Litoral de Pernambuco.

O encontro está marcado para às 17h, com concentração em frente ao Posto Policial de Porto de Galinhas, e a marcha deve seguir em direção à Praça Central de Porto, onde serão realizadas manifestações culturais.
A ação é promovida pelo movimento Salve Maracaípe, em parceria com a Associação de Moradores da Vila do Campo, Associação dos Bugueiros, Associação dos Jangadeiros de Porto de Galinhas e Associação de Pescadores de Moradores de Áreas de Mangue de Ipojuca.

O protesto ecológico tem como objetivo chamar a atenção para as construções que estão sendo realizadas na área. O movimento Salve Maracaípe reclama maior fiscalização das obras para criação de uma Rodovia que liga Porto de Galinhas à Maracaípe, além da construção do Resort Master-Plan.

A organização reclama que mais de 500 árvores já foram derrubadas em "Área de Preservação Permanente" e parte do rio Maracaípe foi aterrado matando dezenas de animais marinhos, além do aterro de quase três hectares de manguezal da Região, pondo espécies como os cavalos-marinhos em situação de extinção no mangue.

SALVE MARACAÍPE - Desde o mês de abril de 2009, o 'Salve Maracaípe' realiza passeatas, seminários e fiscalização ferrenha de diversas infrações e crimes ambientais nas construções realizadas ao longo da costa local.

Nenhum comentário:

Postar um comentário