Recife (PE), Brasil

terça-feira, 5 de julho de 2011

Diário: São João em Gravatá e Campina Grande

Na quinta-feira, véspera de São João, fui pra Gravatá, logo após um delicioso almoço no Zen com Jéssica e Greg Lorenz, seu noivo americano.


Foram três horas de estrada até Gravatá, graças ao engarrafamento infernal na saída da cidade.
Infelizmente não tirei fotos lá, mas me diverti bastante. À noite fomos para a praça de eventos e ficamos até às 4h da manhã. E no dia seguinte aprendi e me tornei um mestre do poker em um só dia com duas vitórias seguidas. Pena que a única partida valendo grana eu ainda estava aprendendo. hahaha.

No sábado pela manhã fui para Campina Grande, minha terra natal, junto com meu irmão Tony e sua esposa. À noite fomos ao Sítio São João e ao Parque do Povo curtir um pouco do Maior São João do Mundo.



No dia seguinte fomos até Galante e à Pedra de Santo Antonio, no município de Fagundes, de onde se tem uma bela vista de Campina Grande e redondezas.

Campina Grande vista da Pedra de Santo Antonio (com zoom, é claro)



Galante vista da Pedra de Santo Antonio


Lá encontrei um grande grupo da família, que vinha no ônibus do forró. Lá estavam minha irmã Ozete e suas filhas (Dalva, Lígia, Suenia e Cristiane) e netas, que moram em Campina, além de meu irmão Lula e sua esposa Lúcia, que por lá estavam em férias.
Lúcia, filha de Suenia, Ozete, Suenia, Shirleide, Lígia, Dalva, Tony, Cristiane, Lula, Eu, Jamil e Toinha

Este ônibus sai de Campina Grande até Galante, onde também chega o trem do forró.

À noite voltei para o Recife. Enfim, foi um ótimo fim-de-semana prolongado, onde pude curtir bastante a família.

Nenhum comentário:

Postar um comentário