Recife (PE), Brasil

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Saúde: Ciclamato é proibido nos EUA

Esta semana recebi uma mensagem que alertava que a Coca Zero teria sido proibida nos Estados Unidos.

Fui pesquisar e verifiquei que a história não é bem essa. O fato é que o adoçante Ciclamato de Sódio é uma substância proibida nos EUA por ser considerado inadequado para o consumo humano.

Lista de aditivos e alimentos considerados seguros para a saúde humana (Generally Recognized as Safe - GRAS): http://www.cfsan.fda.gov/~dms/opa-appa.html

Lista de todos os aditivos de alimentos nos Estados Unidos (Everything Added to Food in the UnitedStates - EAFUS): http://www.cfsan.fda.gov/~dms/eafus.html

Lá os adoçantes permitidos são: Aspartame, Sacarina, Acesulfame-K (potássio), Neotame e Sucralose: http://www.fda.gov/fdac/features/2006/406_sweeteners.html

Devido à proibição, a Coca Zero vendida nos EUA não contém ciclamato, mas contém o o aditivo no Brasil e nos demais países onde não é proibido.

A Coca Cola LIGHT possui: Acesulfame K (16mg%) e Aspartame (24mg%), num total de 40mg/100ml de bebida, de edulcorantes.

Já a Coca Cola ZERO tem em sua formulação Ciclamato de Sódio (27mg%), Acesulfame K (15mg%) e Aspartame (12 mg%), tornando-a mais doce que a outra - um total 54mg/100ml de bebida).

Há uma interessante matéria da Tribuna da Bahia, publicada no site ENSP - Escola Nacional de Saúde Pública, que fala sobre as características dos adoçantes e informa que o ciclamato foi proibido nos anos 70 praticamente no mundo inteiro, mas depois foi liberado no Brasil e em mais de 50 países, por falta de conclusões científicas. Os EUA preferiram manter a proibição. Vejam na íntegra em: http://www.ensp.fiocruz.br/portal-ensp/noticia/index.php?id=13478.

A Coca Cola, evidentemente, nega qualquer risco com o consumo de coca zero ou ciclamato. Veja em: http://www.cocacolabrasil.com.br/boatos_mitos.asp?categoria=1

Pelo sim, pelo não, melhor evitar ciclamato e coca cola, que mesmo sem ciclamato é uma verdadeira caixa preta. Lembro de um debate que houve no congresso há algum tempo, onde a comissão de saúde queria que a Coca Cola informasse o que significava o componente "extrato vegetal" da fórmula, mas a Coca recusou-se a informar, alegando segredo do negócio. Suspeita-se que possa ser alguma planta com propriedades que causem dependência. Parece que ficou por isto mesmo, pois nunca mais ouvi falar no assunto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário