Recife (PE), Brasil

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Prefeito de Manaus para moradora de área de risco: "Morra!"

A matéria e o vídeo abaixo, publicados no Blog do Noblat, reproduzindo matéria da Folha.com, é um bom exemplo do que os nossos políticos sentem em relação ao povo que o elegeu (ou não). Qualquer semelhança com o personagem Justo Veríssimo, de Chico Anísio ("Eu quero é que o povo se exploda!") não é mera coincidência.

Prefeito de Manaus fala para desempregada 'morrer' , Folha.com
Kátia Brasil
Em visita a uma área de risco de desabamento, o prefeito de Manaus, Amazonino Mendes (PTB), 71, mandou na manhã desta segunda-feira uma moradora "morrer" ao ser questionado por ela sobre a solução do problema de habitação.
No fim de semana, durante um temporal, três pessoas morreram após o desabamento de um barranco sobre casas na cidade.
De chapéu panamá e camiseta verde, Amazonino, cercado por moradores, falava sobre a necessidade de deixar o lugar. O vídeo foi gravado por um repórter de um site local e colocado no Youtube. [Há pouco foi desativado.]
"É preciso parar de construir casas em áreas de risco", disse o prefeito.
A moradora desempregada Laudenice Paiva, 37, rebateu. "Mas prefeito, se a gente mora aqui é porque não tem onde morar."
Irritado, ele afirmou: "Minha filha, então morra, morra, morra!"
O prefeito indagou de qual cidade a moradora vinha. Ela disse que era paraense. "Então tá explicado", reiterou Amazonino.
A assessoria de imprensa da Prefeitura de Manaus argumentou que o político foi provocado pela moradora. Segundo a prefeitura, ela não mora na localidade.
Após o episódio, Amazonino declarou que "compreende" a indignação da moradora. Mas falou que havia "gente instruída por grupos políticos para criar clima, criar problema, desviar a atenção da realidade".

Clique na imagem para ver o vídeo:

"Minha senhora, então morra! Morra! Morra!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário